Ensino à distância e as mais ou menos novas tecnologias

Eu não sou um entusiasta radical das “‘novas’ tecnologias” (que uns sustentam que não são tão novas assim, e as chamam de Tecnologias de Informação e Comunicação – TIC), pois a tecnologia é uma ferramenta que pode ser utilizada de um modo positivo da mesma forma que de modo negativo.

Por exemplo, o ensino à distância não é, em princípio, bom nem ruim. Quando se instalam dezenas de faculdades que ministram suas aulas à distância, em tempo reduzidíssimo, lançando no mercado centenas de profissionais incompetentes, com o único objetivo de capitalizar à custa deles, o ensino à distância é um dos maiores desastres que a educação do país já conheceu.

Agora, quando esse recurso é utilizado para ampliar, incrementar e facilitar a prática de sala de aula, e não substituir e reduzir, o ensino à distância é uma ferramenta fantástica, e não há porque não a aproveitarmos.

Com certeza, futuramente usarei esse recurso mais vezes.

0 Responses to “Ensino à distância e as mais ou menos novas tecnologias”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: